sexta-feira, 3 de junho de 2016

AZEITONA de Bruno Miranda


Título: Azeitona
Autor: Bruno Miranda
Editora: Outro Planeta
Páginas: 350
Ano: 2016
Nota: 5/5 + 

"Enquanto você tentar se completar com qualquer outra coisa que não seja amor de verdade, você vai só se inflar como um balão de festa; quanto mais cheia, mais frágil."

Sinopse: Ian e Emília não trocaram mais que duas palavras desde que começaram a estudar juntos, mas é o nome dela que vem à mente dele quando precisa de uma parceira para um plano mirabolante: participar de um reality show sobre casais adolescentes que vão ser pais. Isso em troca de um cachê capaz de resolver todos os seus problemas.

Ian tem dezesseis anos e foi criado pela irmã, Iris, que precisou abrir mão de oportunidades na vida para cuidar dele. Agora, quando ela finalmente vai conseguir se formar na faculdade, ele se sente na obrigação de retribuir de alguma maneira.

Emília, aos dezessete anos, não quer retribuir nada a ninguém – pelo contrário, seu sonho é sair de casa o quanto antes para não discutir mais com a mãe, com quem sempre teve uma relação conturbada.

O fato de que eles não são um casal nem têm planos de ter um bebê de verdade parece apenas um detalhe. Mas a vida reserva surpresas para quem acredita que é fácil inventar a própria história.



Bruno Miranda, criador dos canais Minha Estante, Bubarim e Mais Bubarim, acaba de lançar seu primeiro livro, intitulado Azeitona. Eu estava muito ansiosa para conhecer a história que o Bruno criou e também sua escrita. E, enfim, pude fazer isso.

Primeiro, preciso dizer que foi uma grande honra ler o primeiro romance do Bruno. A leitura foi deliciosa e eu amei cada instante.

O enredo, que é bem original e diferente, prendeu meu interesse desde o começo, me deixando curiosa sobre como tudo terminaria. Ao longo da história há várias surpresas, incluindo histórias de personagens secundários que gostei muito.



Ian e Emília são protagonistas incríveis. Me apeguei rapidamente a eles e shippei muito. Iris, a irmã de Ian, é uma personagem muito especial e eu amei a relação linda entre os dois. Os relacionamentos da história foram muito bem trabalhados. Os personagens são bem reais, nos mostrando seus erros, frustrações, objetivos. É muito fácil se identificar com eles e seus problemas. Gostei muito de como foram apresentados na história, tudo muito organizado.

"Assim como a gente não tem como prever as coisas boas, a gente não tem como desfazer as ruins. Eu fiquei com medo também, mas agora tudo está se encaminhando, vai ficar tudo bem." - página 49

A narrativa é em terceira pessoa, o que foi muito bacana, pois além das perspectivas de Ian e Emília, temos as de mais alguns personagens, e isso deixou a história um pouco mais ampla. A escrita do Bruno é simples, clara, envolvente, e mesmo em momentos mais sérios, focando no drama, ela foi leve. A história foi muito bem contada.



O humor presente na história é excelente, nada forçado, deixando ela divertida e confortável para ler. Os momentos mais sérios, reflexivos e profundos foram introduzidos perfeitamente. O desenvolvimento de Azeitona foi fantástico, pois quando eu pensava que seria previsível, uma reviravolta acontecia e me jogava no chão. Os últimos capítulos de deixaram pensando: Caramba, caramba!

Os agradecimentos com certeza foi uma das minhas partes favoritas de Azeitona. Menino Bruno foi genial. Enfim, o livro foi divertido, reflexivo, emocionante e me deixou toda sorrisos quando finalizei a leitura. Amei Azeitona e recomendo para todos. A capa é linda, linda e o cheiro das páginas, meu Deus!

"Ele estava com medo e talvez realmente ainda não estivesse preparado para tomar suas próprias decisões. Ele se levantou e o olhar desolado encontrou a roseira que a mãe havia plantado e que agora circundava o arco de entrada do jardim. Se nem a morte põe fim a tudo o que você deixa na terra, por que a esperança não pode se manter intensa como a certeza de que, a cada três segundos, vamos respirar novamente?" - páginas 294 e 295



Estou pretendendo ir no lançamento de Azeitona em Criciúma, dia 11 de junho às 11h, na Livraria Catarinense no Nações Shopping. Estou bem empolgada, e se tudo der certo, quero fazer um post aqui no blog sobre essa experiência. Vai ter sessão de autógrafos, bate-papo...

Abraços e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário